Voz que liberou acusado não é de porteiro que citou Bolsonaro

" Uma perícia feita pela Polícia Civil concluiu que a voz do porteiro que liberou a entrada do ex-PM Élcio de Queiroz no condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, no dia do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, não é do responsável por citar o nome do presidente Jair Bolsonaro …

Segundo o jornal, o resultado do laudo reforça suspeitas de que o porteiro que citou Bolsonaro pode ter agido a mando de terceiros…"

fonte com mais detalhes.

Se tem muita coisa estranhas neste caso. Porque o porteiro mentiu.? se enganou? :rofl:

1 Like